terça-feira, 30 de outubro de 2007

OITAVA SÉRIE

ACHEI MAIS UMA COISA AQUI NO MEU COMPUTADOR! RECORDAR É VIVER HEHEHE, BEIJOS NICOLLE!



TEXTO DA FORMATURA

Boa noite. Gostaríamos, antes de qualquer coisa, saudar todos aqui presentes: senhor diretor, Roberto Py, queridos pais e familiares, mestres e alunos.
Devemos admitir que não é fácil descrever, apenas com um discurso, anos de amizade aqui convividos. Como qualquer turma, vivemos altos e baixos. Muitas vezes, tornamos o que era fácil em algo complicado, mas sempre aprendemos com as nossas falhas. Uma turma que teve sua vida escolar iniciada no ano de 1997, Jardim B, época de professores memoráveis: o bom e velho tio Amaral, as queridas e sempre atenciosas tia Verinha e tia Jô, e tia Marion e seu acordeon. Na 1ª série, entramos para o tão sonhado colégião, onde nos divertíamos com brincadeiras no parquinho e onde iniciamos uma nova etapa, o Ensino Fundamental, que hoje se dá por encerrado. Muitos anos se passaram e fomos construindo uma história que dificilmente será esquecida, marcada por momentos de solidariedade onde cada um mostrou o amor que tinha pela turma. Até a 4ª série, tivemos os jogos na sede campestre e os passeios à Quinta da Estância; os teatrinhos que renderam boas lembranças, como “A Cabra de Seu Joaquim”; as festinhas na casa de nosso ex-colega Leonardo; e a inesquecível professora Kátia, que não foi uma simples professora, mas uma mãe para todos nós, não nos ensinando apenas português ou matemática, mas lições para toda a vida! Na 5ª série, houve as primeiras mudanças, ano em que começaríamos a realmente nos empenhar nos estudos. Tivemos nosso primeiro passeio de dormir, com direito a encontros nos quartos, sempre na sombra dos professores. E a primeira grande polêmica da turma: jogos. Após muitos impasses para decidir cor, patrocínio e times, lutamos feito verdadeiros leões, e, em um momento de superação, conseguimos o nobre último lugar! E aí nos serviu o ditado: “O importante é competir”. Na 7ª série, duas colegas que foram embora e que com certeza deixaram saudades, Julia e Paula.
Não podemos deixar de citar cada pessoa que faz parte desse grande grupo que é a 8ªA, cada um com seu jeitinho que completa nossa turma! Começando pela figura que é o Gabriel, meio tímido, mas que sempre tem uma piada na ponta da língua, e junto com o Conrado, ninguém o segura! O Godoy e suas músicas do pampa, o Albert e seus raps. Não podemos esquecer do robozinho Henrique e seu dom para o baixo, e da meiguinha Martha, sempre de parceria com Luís Filipe, vulgo Porko, nas rimas que não rimam! Luciana e Débora com suas piadas inteligentes, e Mirella com seus desenhos fantásticos. Marcelo e Augusto com suas risadas nada discretas e que transformam qualquer situação sem graça numa verdadeira piada! E o que falar do Lucas Rodrigues? Bom, um Schunny incomoda muita gente, dois Schunny’s incomodam muito mais... mas é um grande amigo querido por todos! Moreira e André, sempre se divertindo juntos. Paulo com sua inteligência, Bruno sempre na dele e Luca, o famoso Lukete! Ainda tem o alemão Stefan, que sempre nas festinhas de turma traz o clássico bolo da tia Petra. Luíza, sempre sendo chamada a atenção pelos professores para parar de tagarelar com a Fernanda, a nossa Zuca! E as inseparáveis Júlias, Rombaldi e Molina, sempre quebrando os galhos de todos da turma! Rafaella e seu jeito organizado, Mariana e Gabriela com seu jeito calmo, e Guilherme Schwartsmann com seu jeito extrovertido. Katrin, a esportista que sempre carrega a turma nos jogos. William e sua rebeldia, Nicolle e sua mania de criar trocadilhos para tudo! O sempre atrasado Pedro Rigon (aliás, ele já chegou?!), e o nosso mais novo craque do futebol, Lucas Silva. E por fim, Ana e Izadora – será que elas já foram expulsas daqui hoje?! E ‘á meu’, a gente não pode esquecer do Pedro Leal, porque ‘daí, bá né meu’, ia ser uma ‘baita gurizagem’. ‘Á, o cara mais!’
E para agüentar uma turma como essa não é qualquer professor! Gostaríamos de agradecer cada um que nos ensinou e esteve com a gente durante estes anos que se passaram, e uma homenagem especial à professora Dóris, de História. Conosco desde a 7ª série, já no princípio ganhou um carinho especial pela nossa turma, por se mostrar uma professora extremamente competente e atenciosa. Dona de uma paciência inigualável, ela conseguiu nos agüentar duas vezes por semana durante dois anos, sem falar que em 2005 foi nossa professora coordenadora e teve que lidar com muitas reclamações desta turma um tanto quanto desordeira. Uma ótima pessoa e uma grande professora, que com certeza merece ser citada aqui como alguém que não iremos esquecer e que sempre será lembrada por seu jeito e sua maneira de ensinar. É por essas e outras que a Dóris é a nossa professora homenageada que nos fará muita falta! Mas, sempre que sobrar um tempinho vamos fazer uma visitinha pra ela no corredor das oitavas, pra ela nunca esquecer dos alunos que a adoram tanto.
Bom, essa é a 8ªA, nossa turma que hoje está completando uma etapa de sua vida e que com certeza deixará saudades!

2 comentários:

albert1775 disse...

asdihadshiasdhiaidshasdhiasdhiasdhi
só um comentário...
Ratata é bixo solto ficar ligeiro ja faz parte do jogo, todo mundo até coco ratata é bixo solto. Coração de vagabundo bate na sola do pé sangue quente na feia *** ** ** dos mané!!! :PPP

raffa_fagundes disse...

Nosso texto!!