segunda-feira, 19 de novembro de 2007

Soneto de Futebol- Conrado Silva


Quando chega o domingo eu já tenho destino
Vou para o Beira-Rio cantar o meu hino
Se o meu time perder, não faz mal
Pois este se trata do Internacional

O Inter transmite uma paixão sem igual
Este que é o campeão mundial
Pois mesmo que perca pra muito timinho
Deixamos no chão o time de Ronaldinho

Mas esta paixão já tem muita história
Desde o rolo compressor ao "Grenal do século"
Este meu Inter é repleto de Glória!

Para compreender este sentimento
Só torcendo para o Internacional
Time forte e agerrido, cuja história não tem final!!

Um comentário:

­ disse...

Sem querer ser chato, mas não basta ter 14 versos e rima para que se constitua um soneto. Teu poema é tão ruim e malformado quanto o teu time.